Seguidores

16/04/2009

Views
Duas vezes eu quase morri de saudades de você. Uma quando eu vi Closer e me lembrei que o amor, como deveria, não existe. E outra, quando escutei sem esperar a música Quem te viu, quem te vê e lembrei que você era um pedaço charmoso de tudo o que o mundo e a vida têm de mais charmoso. Você namora, casou, sei lá, com a menina de bolsas e saias bonitas que não tem cara de louca. E essa é a minha vingança, porque eu sei que você é mais feliz sem a minha loucura, mas a felicidade e a normalidade não existem. Eu fico com as as danças que sem nenhum medo das críticas eu improvisei para o nosso espaço no universo. Eu fico com o que você plantou em mim, essa erva do mal. Você sabia que eu me tornei uma mal-humorada pseudo-intelectual totalmente insuportável e crítica? Você está bem onde está, eu estou bem onde estou. Mas, como aconteceu naquele dia, em que eu passei indo com meu novo amor e cruzei com você, vindo com seu novo amor, não tem como a gente não olhar para trás.


[ Tati Berbardi ]

3 comentários:

Rebeka disse...

Nossa texto muito massa...
apesar que todos os textos delas são os melhores...
ah deixa eu contar, eu criei um blog tbem, fiquei com inveja
ashuahsuhu
amo vc
saudadess imensass
malukaaa

Nã :} disse...

Você está bem onde está, eu estou bem onde estou.



ne?

Nã :} disse...

ficou lindo!

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails